Séries para advogados: as 13 melhores para assistir em 2020!
Capa do Texto do Blog da Freelaw: Séries para Advogados Capa do Texto do Blog da Freelaw: Séries para Advogados

13 séries que todos os advogados devem assistir em 2020

9 minutos para ler

O desenvolvimento da tecnologia e a Revolução 4.0 trouxeram novas formas de disseminar, absorver e consumir informação, entretenimento e conhecimento.

Para advogados, além de introduzir a Advocacia 4.0 como a forma de advogar no futuro, há, atualmente, um número cada vez maior de séries.

Os serviços de streaming, como a Netflix, Amazon prime, HBO GO, entre outros, alavancaram a popularização das séries no Brasil. Entre elas muitas séries para advogados.

Estudantes de direito e advogados podem maratonar suas séries favoritas, analisando cada caso e aguardando o desfecho das histórias.

As séries nos fazem refletir sobre questões importantes do direito, como gestão, inovação e casos inusitados, e até mesmo o papel do Direito na justiça. Elas cumprem o seu papel de entreter e trazer ainda uma carga de aprendizado jurídico.

Não seria ideal aliar diversão com algum aprendizado?

Preparamos as séries mais badaladas no meio jurídico. Confira abaixo e prepare a pipoca!

As 13 melhores séries para advogados.

13º Lugar – Lie to Me

Lie To Me conta a história de Dr. Cal Lightman (Tim Roth), um especialista em linguagem corporal que lidera uma equipe especialista em identificar mentiras e tramas. O grupo atua em casos quando a polícia e o FBI não são suficientes.

A série apresenta formas de estudar o comportamento humano e utilizar os próprios conhecimentos, estratégia e criatividade para resolver casos e conflitos.

A série possui três temporadas.

12º lugar – Law And Order: Special Victims Unit

Blog da Freelaw: "Séries para advogados" - Imagem do 10º lugar – Law and Order: The Special Victims Unit

A franquia Law and Order é uma série dramática clássica para os advogados.

Com 21 temporadas e mais de 400 episódios, a série é feita no formato ‘caso da semana’ e traz vários tipos de conflitos judiciais.

Em Law and Order: Special Victims Unit, a série acompanha os desafios e os casos da Unidade de Vítimas Especiais da polícia de Nova York. Caminhando para sua 22º temporada, a série aborda os crimes sexuais e o abuso de crianças e idosos.

É um seriado para que tem afinidade com o Direito Criminal! Cada episódio tem em média 40 minutos de duração.

11º lugar – Damages

Blog da Freelaw: "Séries para advogados" - Imagem do 9º lugar – Damages

Damages é uma série que aborda casos de alto impacto, envolvendo cifras milionárias e os jogos de interesses entre players do alto escalão da sociedade americana.

Em paralelo, narra o drama vivenciado pela bem-sucedida advogada Patty Hewes (Glenn Close) e sua sócia Ellen Parsons (Rose Byrne) no escritório de advocacia Hewes & Associates, em Nova York.

A série possui cinco temporadas com 59 episódios, cada temporada aborda um caso diferente.

A série está disponível no serviço de streaming Amazon Prime.

10º lugar – Boston Legal

Blog da Freelaw - Imagem do 8º lugar – Boston Legal

Boston Legal, Justiça sem limites, é uma série derivada da The Practice, e foi ao ar entre 2004 e 2008. A série narra os casos de um renomado escritório de advocacia na cidade de Boston, conduzido por Alan Shore (James Spader) e Denny Crane (William Shatner).

São abordadas as rotinas profissionais e pessoais dos personagens, com enredo dinâmico e pitadas de humor negro. Confronta os problemas sociais e morais dos advogados enquanto eles buscam a conquista da fama, da fortuna e da felicidade.

Questões conceituais de gestão são abordadas na série em uma tentativa de reorganizar o escritório a partir dos conflitos entre os sócios.

9º Lugar — Justiça

Justiça é uma minissérie brasileira lançada em 2016. A trama envolve quatro pessoas comuns que, presas na mesma noite por acusações de crimes diferentes, buscam vingança, renovação e reinvenção.

A série levanta questões de direitos das minorias, injustiças sociais e corrupção no Brasil. Além disso, envolve personagens em circunstâncias extremamente complexas, cujas vidas se entrelaçam de formas inesperadas.

Possui apenas uma temporada e está disponível no Globoplay.

8º lugar – The Good Fight

Blog da Freelaw: - Imagem do 5º lugar – The good fight

A série é um spin-off de The Good Wife com três temporadas, sendo que cada episódio dura em média 45 minutos.

Ela aborda um grande esquema financeiro que arranhou a imagem da jovem advogada Maia Rindell (Rose Leslie), e levou à falência sua mentora, Diane Lockhart. Forçadas a sair do escritório de advocacia Lockhart & Lee, elas se unem à advogada Lucca Quinn (Cush Jumbo) em um dos escritórios mais badalados de Chicago.

Além dos temas relacionados à advocacia, a série aborda temas das chamadas minorias, como os direitos da mulher, LGBT, raça, classe social e por aí vai.

7º Lugar — Bull

Bull - Séries para advogados

Bull é uma série com 3 temporadas e apresenta uma trama que combina psicologia, direito e tecnologia.

O protagonista, Jason Bull (Michael Weatherly), é um pisquiatra brilhante que usa seus conhecimentos, aliados a tecnologia de ponta, para determinar o que faz com que juízes, jurados, advogados e testemunhas sejam convencidos ou incomodados.

Na série, ele trabalha como um consultor de julgamentos, e a cada episódio você pode acompanhar os mecanismos de uma mente brilhante manipulando julgamentos a favor do contratante.

6º lugar — House Of Cards

Blog da Freelaw - Imagem do 6º lugar – House Of Cards

House of Cards é uma série americana que está em sua sexta temporada. É um aclamado drama político, desenvolvido pela Netflix que conta a saga de um ambicioso político para alcançar a presidência dos Estados Unidos.

A série aborda as consequências do poder e da corrupção para chegar ao poder.

Como ensinamento, pode-se observar a prática do lobby e técnicas de compliance na série. Além disso, o uso de tecnologia e redes sociais para captação e retenção do público. A série ficou famosa em suas interações sobre crises na política brasileira.

5º lugar – Fairly Legal

Blog da Freelaw: "Séries de advogados" - Imagem do 4º Lugar:  How to get away with murder

A tema abordado nesta série é a mediação, que está em alta no cenário jurídico brasileiro.

Nessa série, a protagonista Kate Reed (Sarah Shahi) atua como mediadora e se esforça para que as partes entrem em acordo, tentando encontrar uma forma de fazer com que as partes evitem litigar na justiça.

Possui 2 temporadas com 23 episódios e foge dos tradicionais tribunais demonstrando como alguns casos são solucionados pela mediação.

4º lugar – Better Call Saul

Blog da Freelaw: "Séries de advogados" - Imagem do 3º lugar – Better Call Saul

Spin-off de Breaking Bad, essa “prequência” relata a trajetória do desconhecido advogado Jimmy McGill e sua transformação em Saul Goodman.

Better Call Saul possui enredo próprio, com 5 temporadas de 50 minutos cada episódio. A série aborda lições do que o advogado não deve fazer, como formas equivocadas de captar clientes, questões éticas e os limites legais da profissão.

Alguns ensinamentos podem ainda ser captados como construir um networking sólido e técnicas de negociação e argumentação para conciliar os desafios pessoais e profissionais.

3º lugar – How to Get Away with Murder

Blog da Freelaw: "Séries para advogados" - Imagem do 4º lugar – How to get away with murder

How to Get Away With Murder é um suspense dramático de advogados para advogados.

Essa série não podia ficar de fora da lista. Da produtora Shonda Rhimes (Greys Anatomy), How to Get Away With Murder carrega consigo um portfolio de 14 prêmios e 71 indicações.

A trama retrata a vida pessoal e profissional de Annalise Keating (Viola Davis), uma advogada criminal renomada e professora de Direito em uma Universidade da Filadélfia.

A advogada é excelente estrategista e manipuladora mestre quando o assunto é defender um de seus clientes — raramente questionando a moralidade por trás das ações deles.

Annalise seleciona cinco de seus melhores alunos para atuar em seu escritório. Quando sua vida pessoal começa a entrar em declínio, ela e seus alunos se veem envolvidos em uma rede de intrigas e assassinatos.

Para os advogados, a série ensina que estratégia, aliada ao conhecimento são fundamentais para se destacar na profissão. Traz ainda, para a discussão, conceitos como a ética na advocacia, a aplicação da justiça e uma reflexão sobre a interferência da vida pessoal na atuação profissional.

2º Lugar – The Good Wife

Blog da Freelaw: "Séries para advogados" - Imagem do 2º lugar – The good wife

The Good Wife é uma das séries para advogados com maior repertório jurídico, abordando situações vivenciadas por estagiários até juízes.

A série narra a história de Alicia Florrick, uma advogada que retorna à carreira quando seu marido, promotor de estado, é preso após um escândalo envolvendo corrupção e traição. Como lição, destacamos os desafios e dificuldades de quem ingressou ou, nesse caso, retornou a trabalhar em um escritório de advocacia.

Trata ainda das polêmicas envolvendo a rotina dos escritórios e dos Tribunais nos mais variados tipos de demandas.

1º lugar – Suits!

Suits é a série jurídica mais recomendada e comentada atualmente. Com nove temporadas, Suits se passa no escritório de advocacia “Pearson Hardman” em Nova Iorque. Apresenta casos jurídicos bem elaborados com um toque de humor sarcástico.

Confira o trailer:

A série narra a história dos personagens Mike Ross que trabalha como associado legal para Harvey Specter. O interessante é que Mike nunca frequentou uma faculdade de direito mas que possui uma memória fotográfica incrível.

Mike e Harvey são advogados que se baseiam na estratégia para alcançar melhores resultados. Na perspectiva da advocacia 4.0, eles pensem fora da caixa e buscam inovações e soluções diferentes para os diversos problemas.

Ao assistir a série, o advogado perceberá que é preciso muito mais do que conhecer as leis. Alguns ensinamentos salientam o cuidado com o marketing pessoal, o senso de cooperação e a dedicação, essencial para o sucesso profissional.

Se você curtiu nossas dicas sobre séries para advogados, conheça também os 13 Aplicativos Para Advogados!

Posts relacionados

Deixe um comentário