Como fazer um bom processo seletivo para contratação de advogados

9 minutos para ler

Grande parte dos escritórios de advocacia possuem dificuldades para encontrar talentos e para encontrar critérios objetivos para decidir quem deve ou não ser integrado à equipe jurídica. Talvez por isso, muitos advogados pesquisam a frase “processo seletivo advogado”, no Google.

Em resumo… realizar um bom processo seletivo para contratação de advogados não é uma tarefa fácil.

Alguns dizem que é cada vez mais difícil encontrar profissionais comprometidos e qualificados. Outros dizem que com a rotina do dia a dia, é quase impossível encontrar tempo para se dedicar e criar um bom processo seletivo.

No artigo de hoje, analisaremos tudo o que você precisa para ter acesso à talentos e a criar processos seletivos eficientes.

E, também, traremos uma provocação.

Será que o seu escritório realmente precisa de contratar mais um profissional nos moldes tradicionais? Ou será que você pode utilizar ferramentas tecnológicas para te ajudar a trazer mais eficiência para a execução dos serviços jurídicos?

Se você quiser aumentar o diferencial competitivo do seu escritório e saber as melhores dicas para criar um processo seletivo eficiente, fique até o final desse artigo!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Por que abrir um processo seletivo para contratação de advogados?

Quando escritórios de advocacia abrem processos seletivos para contratação de advogados, geralmente isso ocorre por dois motivos.

O primeiro, é a falta de tempo e a sobrecarga de trabalho. Nesse cenário, a quantidade de advogados do escritório não é suficiente para executar todos os serviços com a qualidade e a agilidade necessárias.

O segundo motivo, é a falta de conhecimento técnico em uma área estratégica do escritório. É o caso em que surgiu uma oportunidade em uma área em que os advogados do escritório não possuem especialidade.

Por exemplo, um escritório que atua na área cível e empresarial e agora surgiu uma grande quantidade de demandas na área de direito tributário.

Mas será que o seu escritório realmente possui os recursos financeiros necessários para suportar mais uma contratação? Será que essa é a melhor forma para solucionar o problema do escritório?

Preparamos um checklist para te ajudar a entender se o seu escritório realmente precisa de abrir um processo seletivo para contratar um advogado.

Será que o seu escritório precisa de contratar mais um advogado?

Antes de abrir um processo seletivo para advogado, é importante que você se pergunte:

  1. Por que você deseja contratar um advogado?
  2. Caso exista um acúmulo de serviços, trata-se de algo pontual ou é um acúmulo constante?
  3. O escritório possui orçamento necessário para essa contratação?
  4. Você já buscou outras alternativas para solucionar esse problema?

Em sequência, analise se o problema encontrado é realmente devido a falta de pessoal ou envolve questões estruturais do escritório e a falta de definição de processos internos.

Nessa situação, provavelmente a contratação de um advogado não trará os resultados que o escritório espera.

De igual forma, caso o motivo da contratação seja devido a uma oscilação na quantidade de demandas, talvez a contratação de alguém de forma definitiva não seja o melhor para o escritório naquele momento.

E, por fim, antes de abrir um processo seletivo tradicional, pode ser importante buscar outras alternativas, como a realização de parcerias jurídicas e a busca de advogados qualificados para execução de petições online, sob demanda.

Faz sentido?

Assumindo que o seu escritório realmente precisa de contratar um advogado, como fazer isso da melhor forma? Listamos algumas dicas sobre o que é preciso para realizar um processo seletivo eficiente para advogados.

processo seletivo advogado

Dicas para fazer um processo seletivo para advogados

Um processo seletivo bem estruturado é fundamental para contratar talentos para o seu escritório. Geralmente, esses processos seguem um roteiro preestabelecido: anúncio da vaga, análise dos currículos, realização das entrevistas e a contratação do profissional.

Porém, antes de divulgar a vaga, o primeiro passo deve ser a definição do perfil de profissional que pretende contratar. Assim, você saberá exatamente o que buscar quando for analisar os currículos.

Para ajudar nessa definição é preciso responder algumas perguntas: quais as atribuições do cargo, as competências necessárias? Quais qualidades o escritório busca?

Caso, por exemplo, o profissional que será contratado terá a responsabilidade de ter contato direto com o cliente, pode ser interessante que o seu escritório busque alguém com mais facilidade de comunicação.

Por outro lado, caso a função principal do advogado que será contratado seja a de peticionar e a de gerenciar os prazos processuais, é importante buscar uma pessoa que seja mais organizada e que tenha boa escrita.

De posse dessas informações, elabore o perfil da vaga. Em seguida, é importante validar esse perfil com toda a equipe jurídica interna (com os futuros colegas de trabalho do profissional que será contratado, ainda que em graus hierárquicos inferiores).

Depois disso, será o momento de iniciar o recrutamento, onde efetivamente o escritório vai buscar os candidatos.

E como pode ser feito um bom recrutamento de advogados?

Processo seletivo advogado: Solicite indicações

Um advogado confiável é capaz de identificar as qualidades e competências de seus colegas e indicar o mais apto para preencher a vaga. Seja um advogado conhecido ou um ex-funcionário.

Isso não quer dizer que os recomendados serão contratados imediatamente. Por mais que tenha confiança na pessoa que indicou é preciso que ela participe do processo seletivo, pois a indicação pode ter sido pautada pela afinidade e não somente pela competência profissional.

processo seletivo advogado

Processo seletivo advogado: Anuncie a vaga em diversos locais

Uma forma de alcançar o maior número de pessoas é publicar a vaga em empresas especializadas em anúncios de emprego.

Mas não se limite às empresas e publicações físicas, como os jornais. A internet é uma ferramenta imprescindível para alcançar profissionais qualificados, sobretudo os que já estão empregados e desejam uma oportunidade melhor.

Por isso, anuncie em seu site, em redes sociais e nos sites especializados, como o Linkedin e headhunters jurídicos, como a Perroni Consultoria, por exemplo.

Recrutamento interno

Além de buscar talentos fora do escritório, é interessante que seja analisado se não existem outros advogados e/ou estagiários que poderiam ser promovidos à vaga anunciada.

Isso pode diminuir os custos do escritório, que não precisará dedicar tempo e dinheiro para encontrar novos perfis. E, além disso, pode aumentar a assertividade na escolha do profissional, uma vez que os sócios já conhecem com mais profundidade as limitações e as qualidades daquela pessoa.

Além disso, por meio de um recrutamento interno, o escritório estará valorizando a equipe jurídica interna, que certamente ficará mais motivada.

Depois do recrutamento, será o momento de analisar os candidatos.

Análise dos currículos e realização das entrevistas

processo seletivo advogado

Nesse momento, é verificada a compatibilidade da vaga anunciada com o perfil dos candidatos. E essa pode ser a tarefa mais difícil, dependendo da quantidade de pessoas que participaram do processo seletivo.

Para facilitar na seleção dos currículos, pode ser importante que sejam estabelecidos critérios objetivos para eliminar pessoas.

Exemplo: profissionais com menos de 5 anos de experiência não participarão do processo de entrevistas.

Selecionados os melhores currículos inicia-se a fase das entrevistas.

Para minimizar os erros, é preciso elaborar um roteiro com as principais perguntas para garantir que nenhum questionamento passe em branco. Você pode ainda, adicionar dinâmicas de grupo, provas teóricas ou de casos práticos.

Resumidamente, após essas fases, é possível encontrar um candidato que esteja apto a preencher uma vaga em seu escritório.

Ufa!

Considerando todo esse processo, o tempo que se leva e os recursos humanos empregados, será que realmente é o que seu escritório precisa?

Ao invés de de realizar um processo seletivo para advogado, a contratação de advogados online qualificados, sob demanda, por meio da Freelaw pode ser uma boa opção.

A Freelaw como alternativa a um processo seletivo tradicional

processo seletivo advogado

A Freelaw é uma Lawtech que realiza “um processo seletivo” para cada petição, contrato e/ou consulta jurídica que o seu escritório precisa de executar.

Na prática, quando o escritório não possuir a especialidade para um serviço específico ou não possui tempo necessário para executá-lo, ele pode encontrar um parceiro online, sob demanda.

Essas conexões permitem que o escritório aumente a sua equipe jurídica sem aumentar a sua estrutura e os seus custos fixo. E, como consequência, consiga aumentar o portfólio de serviços que oferece aos seus clientes.

A Freelaw permite a conexão com advogados qualificados de acordo com a natureza da demanda e a especialidade exigida.

Isso significa que tanto para uma consulta na área tributária, quanto para a elaboração de alegações finais de um serviço na área penal, a Freelaw te indicará parceiros qualificados para te ajudar com o melhor custo-benefício.

O Match Inteligente da Freelaw seleciona perfis de acordo com a demanda apresentada. O sistema avalia a complexidade e o grau exigido e oferece advogados conforme a experiência e especialidade para executar o serviço.

Em seguida, você poderá avaliar cada um dos perfis e selecionar um deles, para que o profissional execute a demanda no prazo, pelo valor combinado.

Durante a execução do serviço, o sistema da Freelaw também auxilia na gestão da execução da demanda e envia lembretes para que o profissional entregue o serviço no prazo acordado. Além disso, caso surja qualquer problema, você poderá contar com o apoio do Suporte da Freelaw.

Quais os benefícios de contratar parceiros online, sob demanda?

Porque contratar um advogado sob demanda online?

Os benefícios são vários, mas para te ajudar, realizamos um breve resumo:

  • Aumente o portfólio de serviços jurídicos do seu escritório
  • Fidelize os seus clientes, ao atendê-los em qualquer área que eles precisem
  • Economize tempo e aumente a eficiência dos advogados do escritório
  • Mantenha os seus custos fixos inalterados e aumente os seus gastos de acordo com o aumento das demandas recebidas
  • Permaneça no controle da execução de todo o serviço de forma estratégica e consiga manter a qualidade e a agilidade, com um menor gasto de tempo e dinheiro

Se interessou nessa possibilidade?

Se você quiser saber como fazer parcerias jurídicas por meio da Freelaw, leia o artigo completo que escrevemos!

Você também pode gostar

Deixe um comentário