5 Dicas práticas para criar um escritório de advocacia inovador

Imagem 01 - Dicas práticas para criar um escritório de advocacia inovador
6 minutos para ler

Quando você pensa em criar um escritório de advocacia inovador, as ferramentas tecnológicas surgem como pop-ups na sua cabeça?

Uso de softwares robustos e inteligência artificial surgem na maior parte das conversas e conteúdos sobre o tema. Mas como implementar todo esse arsenal?

O uso da inovação alinhado a uma estratégia é que vai definir o sucesso da implantação. Preparamos este material para aumentar o seu leque e desvendar maneiras simples de adotar práticas mais inovadoras em seu escritório.

Leia até o final e entenda porque se aproximar da inovação na advocacia.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Dicas práticas para criar um escritório de advocacia inovador

Imagem - 02: Dicas práticas para criar um escritório de advocacia inovadorA inovação se refere ao uso de novas ferramentas e de novas práticas, a partir de mudanças de pensamento e atitude sobre o setor e o seu próprio negócio.

Contudo, a inovação precisa ser difundida a todos níveis e setores de um escritório de advocacia e seus parceiros estratégicos, como consultores e fornecedores.

Inovar na advocacia demanda disposição para implementar mudanças importantes na rotina pessoal e do escritório. 

Além disso, é preciso uma mudança na gestão aliada à tecnologia para obter melhores resultados.

Mas, fique tranquilo.

Inovar não significa introduzir as tecnologias da moda o quanto antes. 

Preparamos 5 dicas práticas para você implementar em seu escritório de advocacia.

5 dicas práticas para criar um escritório de advocacia inovador!

1. Visão compartilhada, vontade de inovar e estrutura adequada.

A inovação está relacionada com mudança e aprendizagem e, geralmente, rompe padrões preestabelecidos, tem um custo envolvido e não está isenta de riscos.

Nesse sentido, toda a organização deve estar focada nesse propósito, sobretudo os cargos de decisão.

Além disso, escritórios com modelos de gestão flexíveis têm se mostrado mais propensas a inovar e absorvem essa nova dinâmica com mais facilidade.

Assim, o processo de tomada de decisões tende a ser menos engessado e acaba fomentando a interação entre as pessoas.

Para conseguir criar essa cultura, talvez seja necessária uma mudança no tradicional modelo organizacional de escritórios de advocacia: estagiário, advogado júnior, advogado pleno, advogado sênior e sócio…

Nós escrevemos um artigo completo que trata do tema, caso você queira se aprofundar: “Gestão de Escritórios de Advocacia: Equipe, Cultura e Processos”.

2. Desenvolvimento contínuo e inovação com alto envolvimento

O desenvolvimento e o treinamento permanente de conhecimentos e habilidades da equipe são essenciais para permitir uma mudança de Mindset.

Nesse sentido, as equipes estarão propensas a adotar uma postura inovadora.

Ou seja, além de aprender Direito Processual Civil e a sua área de especialidade técnica, é interessante estimular que toda a equipe jurídica desenvolva outras habilidades, como Marketing Jurídico e Gestão Ágil.

Dinâmicas, cursos e participação em eventos auxiliam na manutenção da cultura inovadora.

Embora cada pessoa esteja capacitada em desenvolver e pensar em inovações, a soma desses esforços pode trazer impactos profundos.

Portanto, esse desenvolvimento deve ser feito em todos os setores.

3. Trabalho de equipe eficaz e atmosfera criativa

Equipes alinhadas têm mais a oferecer em termos de fluência de ideias e de flexibilidade no desenvolvimento de soluções.

Além disso, uma atmosfera criativa com conhecimentos multifuncionais tem contribuído para impulsionar uma cultura inovadora e próspera.

Na prática, pode ser interessante incluir em pauta uma reunião semanal de discussões estratégicas de toda a equipe, com abertura para que todos possam trazer suas opiniões.

Para isso, é importante o desenvolvimento de políticas de treinamento, sistemas de recompensa e reconhecimento e desdobramento de estratégias. Por exemplo: os advogados que escreverem para o Blog do escritório, receberão x% de bonificação.

4. Aprendizagem organizacional

A inovação é um ciclo contínuo de aprendizagem que envolve um processo de experimentação, prática e consolidação.

A cultura da inovação precisa ser constantemente alimentada.

Uma das formas de praticar o novo é a capacitação em cursos específicos, que abordem temas atuais de gestão e ferramentas tecnológicas.

Alguns MBA’s tradicionais podem auxiliar nessa tarefa, mas também existem cursos intensivos de algumas escolas inovadoras que podem encurtar caminhos.

Vale a pena conferir o trabalho de algumas dessas escolas: Tera, Future LawGama Academy e Conquer.

Além disso, é importante a participação de eventos dentro e fora do direito, focados em inovação e tecnologia.

O bom e velho networking ainda é uma excelente forma de ampliar conhecimentos e relacionamentos. Com isso, você terá a oportunidade de entender melhor como a inovação está sendo utilizada em outros escritórios de advocacia.

Em plena era do conhecimento, em que as informações estão disponíveis 24 horas em qualquer lugar, é importante estar presente no Google, youtube, Linkedin, dentre outros ambientes digitais.

Isso, tanto para consumir informações e dicas, quanto para contribuir com o conhecimento e boas práticas.

5. Lawtechs e Legaltechs

A popularização das ferramentas digitais introduziu plataformas online, softwares jurídicos e outras soluções que facilitam o processo de inovação em um escritório.

Conciliando a expertise jurídica do escritório com conhecimentos na área de Marketing Jurídico, tecnologia da informação e Lawtechs e legaltechs, por exemplo, é possível oferecer soluções inovadoras e tornar o ambiente mais produtivo e eficiente.

Existem soluções para todos os setores do escritório, como gestão de documentos, monitoramento de dados públicos, jurimetria e rede de profissionais.

A Freelaw é uma dessas soluções presentes no mercado jurídico, promovendo a conexão entre advogados qualificados e especializados de todo o país.

Por meio da plataforma da Freelaw, os advogados entregam serviços melhores, de forma ágil e com menos custos a advogados de todas as regiões.

O advogado parceiro tem acesso a profissionais de diversos níveis de experiência e diferentes especializações.

Com isso, o escritório consegue aumentar o tamanho de sua equipe jurídica, sem aumentar a sua estrutura. 

Desse modo, é possível conseguir tempo para inovar em outras áreas como captação de clientes, controle de prazos e processos e atendimento ao público.

Utilizar uma dessas soluções pode trazer um grande diferencial para o seu escritório.

Seu escritório tem adotado uma postura inovadora? Veja como realizar parcerias jurídicas com a Freelaw e tornar seu escritório mais inovador.

Você também pode gostar

Deixe um comentário