Captar clientes na advocacia x Código de Ética da OAB

Imagem 2 - Captar clientes na advocacia
7 minutos para ler

Captar clientes na advocacia é um desafio para os escritórios. Tanto para os pequenos escritórios quanto para os grandes escritórios, a estratégia costuma ser a mesma: o boca a boca e o networking.

E por mais que os advogados confessem que os clientes pulsam o negócio e são essenciais para a continuação da atividade, poucos efetivamente estruturam uma forma eficiente para captação de clientes.

Mas como quebrar esse paradigma? Como não ser “refém” do boca a boca e desenvolver uma estrutura eficiente para captar clientes?

No artigo de hoje, apresentamos técnicas e recursos tecnológicos disponíveis para te ajudar a ter sucesso na captação e fidelização de clientes.

Se você quer entender como ter sucesso para captar clientes na advocacia, acompanhe este guia que preparamos para você até o final.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Por que a maioria dos escritórios não cria uma estrutura para captar clientes na advocacia?

Imagem 1 - Captar clientes na advocaciaÉ quase unânime que captar clientes na advocacia é prioridade para os escritórios.

Entretanto, eles não fazem isso, de forma estruturada, geralmente, por três motivos:

1 – Sobrecarga de trabalho e falta de tempo

Ser advogado não é fácil.

Com os prazos, audiências, tarefas administrativas e reuniões com os clientes, é muito difícil que um advogado consiga tempo para realmente pensar em captação de clientes.

2 – Falta de conhecimento técnico

Naturalmente o advogado é especialista em direito material e processual, mas, em regra, não possui domínio sobre marketing e outras estratégias de captação de clientes.

3 – Limitações do Código de Ética da OAB

Como a OAB traz algumas limitações sobre a temática, vários advogados preferem não desenvolver nenhuma iniciativa para não correrem o risco de violar a legislação vigente.

Como conseguir vencer esses obstáculos e desenvolver uma estratégia eficiente e lícita? É o que veremos a seguir!

Entenda como o seu escritório capta clientes atualmente

Não é porque o seu escritório não possui uma estrutura para captar clientes na advocacia que a estratégia atual não funciona.

Antes de pensar em criar uma nova estratégia do zero, aproveite toda a sua estrutura e analise:

  • Como é a imagem do seu escritório atualmente?
  • Qual é a sua base de relacionamentos?
  • Como está a sua presença digital?
  • Como é feita a captação de clientes?

Essas perguntas poderão ser um guia do que deve ser priorizado no momento.

Caso você já possua uma base grande de clientes, talvez é mais interessante criar estratégias de fidelizar essa base e criar estratégias para fomentar o boca a boca, do que criar estratégias para captar novos clientes.

Faz sentido?

Depois desse diagnóstico inicial, será o momento de compreender técnicas avançadas de marketing jurídico, fortalecer o networking e utilizar Lawtechs e Legaltechs para fortalecer a sua marca.

A nova forma de fazer Marketing Jurídico

Todos os advogados sabem que uma boa imagem e reputação são essenciais para o seu sucesso profissional.

Por isso, a maioria deles investem em formas tradicionais de fazer o Marketing, como: materiais de divulgação, cartões de visita, participação em eventos, reuniões com clientes, etc.

Alguns escritórios até buscam desenvolver estratégias no mundo digital com a criação de sites e redes sociais mas poucos efetivamente constroem estratégias consistentes para captar clientes.

Para aumentar a eficiência do marketing do seu escritório, você pode continuar executando as estratégias tradicionais. E, aos poucos, desenvolver uma estratégia de marketing jurídico, que pode utilizar, por exemplo, técnicas Growth Hacking e Inbound Marketing.

Abordamos esses conceito com profundidade em nosso Manual Completo sobre Marketing Jurídico.

Fortalecendo o Marketing com o Networking

O bom e velho networking, pode encurtar caminhos na captação de clientes.

Por isso, desenvolver estratégias para criar relacionamentos e expandir sua rede de influência são medidas importantes para conquistar, educar e fidelizar clientes.

A construção de uma rede assertiva de influência leva tempo e dedicação.

Pode ser realizada à moda antiga, no famoso boca a boca, em participação em eventos ou na troca de cartões.

Mas pode também ser feito por ferramentas e técnicas de marketing jurídico.

Fortalecendo o Branding do escritório se associando à Lawtechs e Legaltechs

As inovações tecnológicas permitiram novas possibilidades para realização do marketing. Advogados utilizam ferramentas de Lawtechs e Legaltechs para agregar valor à marca e oferecer um grande diferencial competitivo.

Como exemplo, a Lexio, criou uma solução de gestão e de automação de documentos para pequenas empresas e escritórios.

O avanço da tecnologia proporcionou grandes mudanças no cenário jurídico.

Temos hoje equipes competitivas e preparadas para o futuro, estes escritórios reinventaram a prática da advocacia e criaram técnicas na prestação de serviços que antes não era possíveis.

Este também é o caso da Freelaw, que diminui os efeitos negativos da sobrecarga de trabalho e permite que escritórios de advocacia cumpram seu prazos com eficiência e qualidade.

Utilizando plataformas como essas, é possível entregar serviços melhores para os clientes, de forma mais ágil e com menos custos, o que fortalece a marca do escritório.

O Cenário real sobre as Estratégias Digitais

É sempre positivo o discurso de apoio à tecnologia e ao uso de formas inovadoras para captar clientes.

Contudo, o uso das tecnologias, por si só, não promoverá mudanças para o advogado.

É preciso de uma mudança de cultura no escritório e muita dedicação, inovação e criatividade.

Com toda a equipe alinhada, poderá ser o momento de desenvolver um blog vinculado ao seu site, que pode auxiliar na prospecção de novos clientes e fidelização de clientes atuais.

Para o Blog e para quaisqueres outras iniciativas de Marketing, é importante que todas as tarefas sejam incorporadas na rotina do escritório.

Assim como o escritório possui prazos para elaboração de documentos jurídicos, petições iniciais e recursos, deve haver o mesmo para iniciativas de captação de clientes.

Como criar tempo para captar clientes?

Com a sobrecarga de trabalho característica de quase todo advogado, é comum que poucos escritórios consigam criar tempo para efetivamente investir em estratégias de captação de clientes.

Então, como um advogado pode executar todas essas tarefas?

Uma das formas é utilizando Lawtechs para para aumentar a eficiência na execução de serviços jurídicos do escritório. Com a Freelaw, por exemplo, é possível que os sócios criem equipes jurídicas online, contratem advogados sob demanda e consigam ter mais tempo para atividades estratégicas, como a captação de clientes.

E como captar clientes na advocacia sem ferir o código de ética?

O Código de Ética e Disciplina da OAB possui restrições quanto ao uso de ferramentas do marketing para a divulgação do profissional.

Neste contexto, como captar clientes de advocacia de forma a não ferir o código de ética da profissão?

As disposições do Código de Ética vedam apenas a realização de publicidade direta e propaganda conforme disposto no arts. 28 a 34.

Entretanto, com a revolução industrial 4.0 surgiram novas possibilidades para realização de marketing jurídico, especialmente no meio digital, como o Inbound Marketing.

E, nesse contexto, o Código de Ética não prevê nenhuma vedação para realização do marketing jurídico por meio de criação de sites, de anúncios e da elaboração de uma estratégia de produção de conteúdo, por exemplo.

Gostou do nosso Artigo? Se quiser se aprofundar ainda mais no tema, leia nosso material completo sobre Marketing Jurídico.

Você também pode gostar

Deixe um comentário